quinta-feira, 4 de junho de 2015

Minha vida com o doutor Lacan – Jacques Roubaud



"Um livro é a autobiografia de seu título
e, como tal, a narrativa de uma singularidade", fim de citação.


1.
Aos vinte anos, descobri que uma amiga de infância era belíssima.
Eu a amava. Ela se chamava Sylvia.


2.
Era filha de Paul Bénichou. A mãe era Gina, nome de solteira Labin.


3.
Um dia, nós fomos ver um filme de Jean Renoir, O crime do Sr. Lange. Descobri que a atriz principal tinha sido amiga íntima de Gina Labin-Bénichou. O nome dela era Sylvia Bataille.


4.
Lembro que Paul Bénichou, sempre de uma elegância irrepreensível, gostava de contar, naquela época, dos jalecos coloridos que seu amigo Lacan usava durante a juventude. Acho que tinha uma discreta ironia no que ele dizia.


5.
Nós tivemos uma filha, Laurence: Laure é um nome provençal e o nome da prima do meu pai, que vivia em Saint-Jean du Var; um nome de poema. Além disso, a filha de Sylvia Bataille era Laurence Bataille.


6.
Em 1961, depois do suicídio do meu irmão, me levaram, como militar repatriado do Saara por motivos médicos, para o pavilhão isolado do hospital de Val-de-Grâce. O doutor Lacan se responsabilizou pela minha alta do hospital e pela minha volta para casa. Ele me recebeu em seu consultório. Eu só me lembro do silêncio.


7.
Em 1965 provavelmente, com um dos meus amigos da época, o matemático Philippe Courrège, eu li e tentei entender o Seminário da carta roubada.


8.
Um dia, acho que no final de 1968, recebi um telefonema. Atendi e ouvi uma voz dizer: "Sou eu". Novo silêncio. "Lacan" (não tenho certeza dessa última palavra, mas das primeiras, sim.), "Precisamos nos ver."


9.
Marcamos, então, um encontro; eu fui até a casa dele, na rue de Lille; saímos para caminhar; mas ele não me disse porque tinha me convocado.


10.
Assim, nós nos vimos duas vezes.


11.
Eu nunca mais o revi.


**


publicado pela primeira vez em 1989 na 1/1 paris-londres éditions
e depois nessa linda edição (cuja capinha abre este post)
da éditions de l'attente http://www.editionsdelattente.com